Pesquisar em Unity

10 dicas para lança trailers incríveis de jogos

Last updated: November 2018

Neste artigo, você encontrará dicas e truques para criar um trailer de jogo incrível e como atrair e manter a audiência engajada com o seu conteúdo de vídeo. As dicas são oferecidas por Adam Myhill, chefe de cinemática, e Natalie Grant, gerente sênior de marketing de produto para cinema. Você pode assistir à conversa completa aqui. Se você quiser obter o curso intensivo com os melhores tópicos sobre cinematografia, assista a conversa desde o início para aprender tudo sobre contraste, cores e composição, além de dicas sobre posicionamento e movimentação da câmera, pacotes de lentes e como fazer uma edição harmoniosa.

Por que ainda fazer um trailer para o jogo?

Vídeo é um dos formatos de conteúdo de maior engajamento na web, portanto, pense no trailer como a ferramenta mais poderosa ao seu dispor para todas as campanhas de marketing. Certifique-se de transmitir a mensagem mais importante no início do trailer, que é o momento com maior audiência.

Comece a pensar desde o primeiro dia sobre o seu público e o que você deseja comunicar. Lembre-se de que você também pode usar o lançamento do trailer como uma forma de validar com quem o jogo ressoa e o que os deixa empolgados.

Como publicar o trailer do seu jogo, acompanhar os resultados e otimizar enquanto as coisas acontecem.

Você tem uma coisa para falar em cinco segundos

As pessoas têm um tempo de atenção muito curto, portanto, tenha uma versão do trailer com menos de 30 segundos. Imagine que a pessoa vai fechar o vídeo em cinco segundos se você não ganhar a atenção dela. Vá direto ao ponto.

Mantenha os jogadores em seu ecossistema

Se você conseguir a atenção de uma pessoa, fazer com que fique empolgada com o seu projeto e compartilhe em um ou dois canais, ótimo. No entanto, se ela nunca mais voltar para visualizar outro conteúdo seu, como o site, qual o sentido?

Adicione um CTA (“call to action”) e redirecione as pessoas para uma página em que possam encontrar mais conteúdo semelhante — ou ofereça opções para se inscrever, compartilhar e seguir. Se você não souber como fazer isso, pode começar pelas melhores práticas sobre telas finais. (No final do vídeo do YouTube, você pode adicionar um deep link e trocá-lo posteriormente sem remover o vídeo para fazer edições). Lembre-se de que você pode atualizar suas telas finais com novos CTAs dependendo do momento em que se encontra o ciclo de vida do jogo. É por isso que essa é uma solução melhor do que incorporar texto no vídeo em si.

Aproveite a segunda maior engine de pesquisa

O YouTube é a segunda maior engine de pesquisa depois do Google, e a palavra “trailer” é uma das palavras mais pesquisadas no YouTube. Agora que você conhece a grande oportunidade da qual deseja tirar proveito, certifique-se de caprichar nos detalhes dos vídeos, como a descrição de um vídeo.

Por exemplo, o YouTube geralmente corta a sua descrição, portanto, os espectadores precisam expandi-la. É por isso que você deve posicionar o CTA, o link para o site e tudo que considerar importante acima da dobra. A descrição do vídeo é extremamente importante para fins de SEO (Otimização para mecanismos de busca) pois inclui todas as palavras-chave relevantes sobre o que é o seu jogo e quem é você. A palavra “trailer” também deve estar presente.

Utilize as miniaturas de vídeo da melhor maneira possível

Lembre-se de que o YouTube não necessariamente pré-seleciona a miniatura que captura perfeitamente a essência de seu jogo e o público. A miniatura é uma das principais responsáveis por quantas pessoas clicam no vídeo. Você pode usar um quadro do trailer, adicionar texto e fazer upload. Não use as opções de pré-seleção daquele campo pois você tem a oportunidade de otimizar esse aspecto.

Em segundo lugar, você deseja usar imagens visualmente atraentes. Mesmo que o seu jogo seja obscuro do ponto de vista de cores ou gênero, certifique-se de que as imagens não sejam apenas imagens escuras. É muito mais fácil encobrir mesmo que pareça um pouco maçante.

Vídeos no Facebook — mais curto é sempre melhor

O tempo médio de visualização que o Facebook contabiliza como uma visualização é de três segundos. Considere colocar logotipos mais adiante no vídeo ou no final, em vez do início. As pessoas percorrem o feed muito rápido, portanto, nos primeiros três segundos, você deve apresentar algo que seja atraente o suficiente para que a pessoa pare de rolar.

Se você for adicionar um anúncio no Facebook, esteja ciente sobre o formato. Você pode começar projetando para dispositivos móveis primeiro. Vídeos quadrados (1:1) e vídeos verticais (4:5, 2:3 e 9:16) podem ser mais envolventes já que a maioria das pessoas segura o telefone na vertical. Lembre-se de ser intencional em cada canal e arquivo para que possa otimizar e refinar continuamente cada canal.

Use uploads nativos

Crie arquivos diferentes para os seus canais, para fins de aspecto de tela, duração e CTA no final do vídeo. Não tenha medo de preparar várias versões das coisas para que possa carregar de maneira nativa em cada canal. Por exemplo, você quer que os algoritmos do Facebook funcionem para o seu vídeo pois os vídeos nativos do Facebook apresentam classificação mais alta do que um vídeo do YouTube compartilhado.

O mesmo princípio se aplica ao Twitter. O motivo por trás disso é que quando alguém clica no vídeo, na verdade a pessoa sai da plataforma e vai para uma página diferente. Pense na página para a qual a pessoa será direcionada.

Aproveite a publicidade paga

Mesmo que nunca tenha feito uma campanha de publicidade paga antes, todos os canais sociais têm recursos muito bons de campanhas pagas para ajudar você a configurar todos os detalhes. Confira-os quando tiver a chance. Comece definindo uma meta, planejando o que deseja alcançar com a campanha de anúncios pagos e qual será a abordagem.

A segmentação é uma das principais ferramentas ao executar essas campanhas. Muitos desses canais permitem que você segmente as pessoas em países específicos, com gostos e interesses específicos. Se você tiver condição de gastar cem dólares, poderá executar algumas campanhas que atingirão diretamente o seu público.

Verifique as métricas de sua campanha e saiba mais sobre o seu público

O trabalho não acaba no momento em que as campanhas de publicidade paga são ativadas. Você deve voltar, talvez uma vez por semana, e verificar como está o desempenho. É assim que você pode perceber os padrões, como picos de visitas no site ou visualizações, em horários específicos e fusos horários diferentes. Se você começar a aprender como as pessoas estão se engajando em seu conteúdo, poderá fazer com que o seu conteúdo faça mais por você.

Reaqueça!

Alerta de palavra da moda! “Reaquecer” também é uma parte importante da publicidade paga. Em sua essência, reaquecer significa publicar o mesmo vídeo novamente. No entanto, a maneira correta para fazer isso é compartilhar novamente a publicação original, mas com um texto diferente. Por que isso? Para manter a contagem de visualizações no mesmo vídeo enquanto testa qual texto funciona melhor com o seu público.

Sobre Facebook Live e outras dicas de marketing

Facebook Live é uma ferramenta que pode ser utilizada quando for revelar algo importante e quiser criar um certo burburinho. Você pode usar até mesmo notificações push para isso de modo que os usuários saibam exatamente quando acontecerá.

Por outro lado, pense nas marcas de tecnologia. É provável que você tenha usado uma tecnologia, um software ou um hardware específico no desenvolvimento do jogo. Entre em contato com essa empresa e fale que você está desenvolvendo um projeto baseado no produto deles. É possível que eles até queiram te ajudar, amplificando o produto.

Considere fazer um mapa da jornada online dos usuários. Mesmo que pareça um tanto nerd, na verdade é bem útil mapear todos os sites, as páginas e as plataformas em que você tem presença online para descobrir como os usuários interagem com o conteúdo e como você pode redirecioná-los para outra parada na jornada e para qualquer lugar desejado — sem interromper a narrativa.

Mais recursos

Queremos saber! Você gostou deste conteúdo?

Sim, continue. Bem. Poderia ser melhor